825 — Selta desenvolve projecto de implantação da empresa em Portugal

Oct 15, 2002 | Conteúdos Em Português

Logotipo SeltaCom mais de trinta anos no mercado italiano, a Selta iniciou em Março deste ano, no seguimento do processo de internacionalização, o projecto de implantar a empresa no nosso país, uma iniciativa a cargo de Vera Araújo.

A Selta SPA nasceu em Itália, mais precisamente, em Milão, no ano de 1972, especializando-se em sistemas de controlo para redes eléctricas, sistemas de transmissão e acesso físico à rede pública.

Em 1982 é fundada a Selta Telemática na área da fabricação e comercialização de sistemas de comunicação de empresas, PBX e ISPBX e sistemas integrados de Voz e Dados.

A Selta actua, no momento, nas áreas das comunicações empresariais, de rede de acesso, sistemas de transmissão e automatização e controlo remoto.

Actuando em diversos mercados internacionais, como a Europa, Japão, Médio Oriente, Estados Unidos e Norte de África, através de filiais, agentes e acordos com operadores, a empresa italiana iniciou o seu processo de internacionalização em 2001 com a criação da Selta España, S.A., e mais tarde na Alemanha.

A filial espanhola ocupa-se da comercialização, integração e adaptação dos produtos para o mercado espanhol e português, que servirá também o mercado latino-americano. Contribui ainda para a implantação da Selta em Portugal ao nível da parte técnica, comercial e de marketing, um projecto que decorre actualmente sob a responsabilidade de Vera Araújo.

Nesta fase de arranque da marca Selta em Portugal, iniciado em Março último, com todo um trabalho preparatório, a responsável realça o investimento sustentado por parte da operadora: “Há na companhia a preocupação de controlo, garantir os lucros e a qualidade dos projectos, mas sempre a crescer”, afirma.

Nesta primeira fase, a Selta só representa e trabalha em Portugal as comunicações empresariais ao nível das centrais telefónicas privadas.

Nesta área das telecomunicações para empresas, a empresa trabalha e comercializa já no mercado nacional centrais digitais ISPBX, com os produtos SAEKey, para pequenas e médias organizações, a gama SAEPlus para médias empresas, e “um topo de gama” para corporações e grandes empresas, o SAE3000.

Segundo Vera Araújo, irão comercializar também as soluções de Voz e Dados com a Tecnologia VoIP, implantada na plataforma InstantOffice.

Quanto a outros produtos da Selta , a responsável garante que não está nada definido nem agendado, mas que está tudo em aberto, não havendo áreas reservadas.

Até à data, a Selta vendeu em Portugal quatro centrais telefónicas, mas Vera Araújo prevê que até ao final do ano, este número ascenda às 15. Neste sentido, procura fazer crescer a marca na área da assistência e, “sobretudo, apostar na área de manutenção que tem tido uma boa receptividade”, acrescenta.

O objectivo da empresa é, no momento, segundo a responsável, “vender a marca Selta, uma marca suportada com determinados produtos, conseguindo que eles vinguem bem”. Depois de lançado o produto, “ir ao encontro das necessidades do mercado”, conclui.

Para além disso, a estratégia da Selta passa pela constituição de uma rede de agentes, o estabelecimento de parcerias com operadores e consolidar a marca no mercado.

Para tal, a empresa organiza dia 23 de Outubro uma reunião de lançamento, para o qual foi convidado todo o sector da distribuição ao nível das empresas de telecomunicações. Daqui resultará, na perspectiva da Selta , o “embrião” da rede de agentes, um conjunto de empresas com o qual vai arrancar o processo de comercialização das centrais telefónicas.

Depois desta data, a empresa conta assinar alguns contractos e concretizar as primeiras acções de formação ao nível técnico e comercial para as empresas associadas, “para depois arrancar para o mercado em força”, finaliza Vera Araújo.

Por Catarina Cristão
([email protected])

2002-10-15

http://www.selta.com

Em Foco – Projecto