1171 — Servidor Unisys ES7000 realiza o primeiro teste de benchmark TPC-H baseado no Intel Itanium 2

Nov 25, 2002 | Conteúdos Em Português

A Unisys Corporation divulgou os resultados do primeiro teste de benchmark TPC-H, relativos ao desempenho do seu servidor Unisys Enterprise ES7000, baseado no processador Itanium 2, no qual demonstrou toda a sua potência.

Este foi o melhor teste de benchmark em TPC-H alguma vez registado, num servidor de 16 processadores na categoria de bases de dados de 300GB, no qual obteve melhores resultados do que o servidor da IBM de 32 processadores, a 54% do custo do sistema , o que reflecte um incremento económico por parte do Unisys ES7000 com tecnologia Intel e Microsoft.

O teste de benchmark TPC-H, é a metodologia de aferição do desempenho das soluções business intelligence, um standard da indústria que ajuda os gestores a analisar os dados de suporte efectivo à decisão.

O resultados demonstram que, para muitas soluções de business intelligence, a combinação do servidor Unisys ES7000, dos processadores Intel Itanium 2 e do software Microsoft oferece um desempenho de classe mainframe e escalabilidade, sem o custo e a complexidade dos sistemas baseados em UNIX. A combinação do servidor Unisys ES7000, do processador Intel Itanium 2 e do Microsoft.NET Server 2003 com SQL Server 2000 permite alcançar um melhor desempenho, nas queries das bases de dados e obter informação mais relevante para o negócio, a custo reduzido.

No teste, o Unisys ES7000, com 16 processadores Intel Itanium 2, atingiu as 4774 queries por hora numa base de dados de 300 GB ([email protected]) – este foi o primeiro teste, no qual se utilizou o sistema operativo da Microsoft e o software de base de dados. Com um preço de $218 dólares por query, esta é, de facto, a melhor relação custo/desempenho de todos os sistemas de 16 processadores testados pelo método TPC-H, clustered ou non-clustered.

“Para empresas que possuem bases de dados de suporte à decisão de dimensões consideráveis, emergem, deste teste de benchmark, dois factores chave a ter em conta,” afirmou Don Montegomery, Director de Business Intelligence Programs da Unisys. “Em primeiro lugar, o volume considerável de memória endereçado pelo Unisys ES7000 com base no Itanium 2 significa a rápida construção de cubos OLAP e maior rapidez no processamento das queries. Em segundo, o baixo custo, alcançado no benchmark, por cada query, evidenciam as vantagens do custo total de propriedade de uma solução escalável, baseada na plataforma Microsoft e Intel, que reduz a complexidade administrativa e operacional associada a configurações dos servidores em cluster.”

O benchmark TPC-H destaca os sistemas de suporte à decisão que examinam consideráveis volumes de dados, realizam queries com elevado grau de complexidade e fornecem resposta a decisões críticas de negócio. Consiste numa série de queries de negócio seleccionadas pela sua relevância para um largo espectro de indústrias. Para mais informações acerca do Transaction Processing Performance Council (TPC-H), visite o site www.tpc.org.

O teste de benchmark foi estabelecido no Unisys ES7000 Orion Model 130, a correr no sistema operativo Microsoft Windows.NET Server 2003 Datacenter Edition de 64 bits, equipado com 16 processadores Intel Itanium (IA-64) e 64 GB de memória. As queries foram desenvolvidas numa base de dados Microsoft SQL Server 2000 de 64 bits, que oferece elevados níveis de desempenho e escalabilidade. Prevê-se que a data de disponibilidade da configuração deste sistema seja Março de 2003.

“Este benchmark demonstra a forma como o SQL Server 2000 (64-bit) oferece um único sistema escalável para aplicações de dados ‘memory-intensive’, business intelligence e de análise de larga escala”, afirmou Stan Sorensen, Director de Marketing, responsável pelo SQL Server na Microsoft. “O SQL Server 2000 (64-bit) retira o máximo partido da escalabilidade vertical do Unisys ES7000 e do excelente desempenho do chip Itanium 2, proporcionando aos clientes um desempenho de qualidade a custo reduzido”.

Dossiers-Empresas